Translate

Translate

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Relacionamento com os KIDS

                                             Eu e a K* dando comida para os Cisnei (Clique se quiser ampliar)
                                                A E* do meio brincando (clique se quiser ampliar)
                                             O J* se divertindo no escorregador (clique se quiser ampliar)


Olá Pessoal



Continuando minha sequência, hoje vou explicar como é a convivência com meus pequenos, meus primeiros dias sozinha com eles axei que iria pirar, deu ate vontade de chorar, esse realmente é a pior fase. Mas depois de superados tudo se torna mais fácil! A mais nova a K* assim que comecei a trabalhar ela fez 1 ano, ela não estava acostumada comigo era difícil pegar ela no colo, trocar fralda, praticamente tudo. Então a primeira missão era conquistar a confiança dela, hoje ela é totalmente apegada a mim, fico a maior parte do tempo com ela e realmente gosto muito de bebes, da gosto quando chego da escola ela vêem andando ate a porta me da um abraço ou se esquiva toda para eu pegar ela no colo quando esta com os pais, ele sempre pedi colo ou pra mim ou para a host mom, o host dad morre de rir, por que ele quase tem que implorar por isso hauahauahau... A do meio a E* tem 3 anos e mes que vêem já faz 4 anos, ela é um amor, não tem como não se apaixonar por ela, sempre muito carinhosa toda hora quer abraço e beijos, mas é extremamente mimada, chorona e adora me enlouquecer imitando tudo que o mais velho faz, então no inicio coloquei ela muito de castigo, como ela não estava acostumada ia de boa, levava tudo na brincadeira, agora ela realmente sabe o que é a palavra “time out” e já para de fazer só quando me escuta falar isso, agora sim é mais fácil controla-la ela foi a primeira kid a falar que me amava, linda d+. Então chega o que eu mais temia o mais velho J* de 5 anos, esse a Megy já me falou que iria me dar muito trabalho, é realmente verdade, ele dos 3 realmente é o que mais me dar trabalho e os país mima muito ele. Nos primeiros dia eu só observava ele e pensava como iria lidar com ele, primeiro que eu entendia muito pouco o que ele falava, ele sempre quer mandar, tudo tem ser do jeito dele, não pode ver as irmas quieta que ele tem mecher com uma, não gostava de abraços e nem beijos, sempre arredio, quando eu tentava dar carinho para ele. Então tentei não força mais para ver como seria sua reação e comecei a coloca-lo de castigo, ele eu demorei mais pois temia a reação, e como eu já esperava ele é o mais resistente, chora muito e quando eu colocava, ele falava que me odiava (morria de vontade de rir, qndo ele falava isso) mas depois ele começou a falar que eu o odiava, fiquei extremamente preocupada, porque ele pensava isso de mim, numa conversa no telefone, comentei com uma das minhas tias que cuidou de mim falei que tentei de tudo, ela me perguntou como a mae o tratava e eu falei que ela mima muito, entao ela falou mima ele igual, eis que funcionou, claro que ele da trabalho ainda, mas esta mais facil de controla-lo, converso mais com ele e entendo mais, brinco, coloco ele de castigo com o apoio da mae e hoje as vezes ele briga com as meninas para sentar no meu colo, nunca achei que isso seria possivel, mas acontece! Entao meus kids estao longe de ser os anjinhos tem dias que eles nao dao trabalho nenhum, mas tem dias que me da vontade de me jogar da janela ahhahaha... Estou longe ser uma SuperNanny e nem quero, essa é a vida de au pair tem dias que voce quer ficar aqui para sempre e outros pegar o primeiro aviao, posso vontar daqui uns meses e reescrever tudo sobre eles pois crianças mudam o tempo todo, espero que os meus mudem para melhor, mas graças a Deus estou muito feliz com ela, esta sendo uma experiencia maravilhosa! Nao tenho fotos do ultimo fds, porque nao tiramos, mas essas fotos sao dos meus kids, eu e minha host brincando no playgroud perto de casa.


Bjs


Mandy

9 comentários:

Audrey (seraupairoquee.blogspot.com) disse...

ahhhh suas kids parecem ser umas fofas, eu pensei isso ja aquela vez que vc disse que estava com saudades deles...bom eu não vou ouvir um eu te amo tão cedo, pq a minha kid não fala neh? mas são ossos do oficio, sei que ela n vai precisar falar isso..r.srsrs
bjoos e aparece aqui de novo eim?? bju bju

Rachel disse...

Oi Mandy!
Obrigada por ter passado no meu blog!
Suas kids parecem ser super fofas! Sempre tem algum que apronta mais mesmo! Mas ja vi que esta pegando o jeitinho deles!
Boa sorte!
beijos

Mônica Carlos disse...

Oi Mandy
Pois eh, meu primeiro mes foi horrivel msm. Pra falar a verdade ate hj sinto falta de casa, mas realmente ta bem mais suportavel agora... aos poucos a ficha vai caindo e vc percebe o qnto essa viagem tem importancia na sua vida. Tudo vai ficando mais facil qndo vc se concientiza disso.

Sobre o ingles, eu fiquei com uma pulga atras da orelha, mas prefiro perguntar por inbox no face. Acho q vc vai conseguir me explicar melhor. =)

Me identifiquei muito com seu ultimo post sobre as kids. Eu cuido de duas (3 e 5) e sao do msm jeito das suas. E o mais velho sempre pergunta se eu realmente gosto dele pq nunca deixo ele fazer nada q ele quer (mas ele soh quer fazer coisas proibidas o tempo todo, como brincar com fogo e agua, deixando a torneira por horas aberta), ai assim fica dificil fazer as vontades dele neh, rs. Mas eu tb to tentando estudar um jeito de "domina-lo". Eu sei q eh dificil mas tenho feh q vou conseguir! Rs.

Beijos!!

Mônica Carlos disse...

Falou tudo Mandy: "isso nao só fortalece as energias, como faz a gente esquecer de todo o resto". Eh bem isso msm.

Brigada! Vou te mandar um inbox agora.
Beijosss

Nathalia Garcia disse...

Mandy, que legal compartilhar conosco sua experiência de schedule e relacionamento com os hosts e com as kids. É muito legal mesmo saber como andam as coisas.
Sua experiência parece estar sendo maravilhosa, e você é realmente uma guerreira, pois foi atrás de tudo sozinha, sem ajuda nem por intermédio de agência. Entã parabéns flor e que você continue compartilhando suas experiência.
Beijos

Raphaela Lauton disse...

Ola !!

Nossa as nossas kids tem a mesma idade !! Realmente eh bem dificil, o meu de 3 anos eh MTU mimado, faz manha para td e eh p que mais me irrita !! kkkk
mais aos poucos vamos aprendendo a lidar colm esses pestinhas e a entende-los ! (principalmente a parte do ingles) kkkkkk

Adoreii o blog !!

Bjinhuss

Vanessa disse...

Oiii Mandy, adorei seus post sobre sua host family, é sempre bom saber como é o cotidiano da au pair, afinal é o que determina grande parte do programa.

demorei meses para entender meu guri,agora falo com toda certeza que ele me obedece e é muito mais educado comigo, do que com os pais (separadamente, pq com pais perto ele é um saquinho) rs.

Se cuida e quero muitoooooooooooo ir para Europa

Débs disse...

oiii, faz um tempinho que você comentou no meu blog e tem comentarios que eu acabo vendo tempos depois, desculpe, mais ja estou te seguindo e aproveitei pra ler uns posts antigos seus, que bacana !

Vi que voce pensa em ser comissaria de bordo, eu ja pensei nisso tb, rs alias meu irmão trabalha na emirates, espero qe voce consiga, pois sao condições de trabalho bem legais , claro nem tudo sao flores mais se voce aguenta ser au pair \o hahahaha ja sabe neh, beijos

Thá Carmo disse...

Minhas kids tambem estao longe de serem anjinhas, mas a gnt releva hahahaha!!!
Vc disse tudo: " essa é a vida de au pair tem dias que voce quer ficar aqui para sempre e outros pegar o primeiro aviao", é o que sinto diariamente, metamofose de sentimentos! #Aupairfeelings! hahah beijao